República Democrática do Congo

Visto para o Congo

República Democrática do Congo, ex-Zaire contém uma população superior a 84 milhões e situa-se no Continente Africano mais especificamente na África Central, é o segundo maior país do Continente Africano e o quarto mais populoso. Os países fronteiriços são Ruanda, Uganda, Tanzânia, Zâmbia, Angola e Burundi. A capital é Kinshasa e é nessa mesma cidade que se concentram todos os órgãos importantes do país.

A economia da República Democrática do Congo, sempre foi estável com valores de PIB consideráveis, mas devido á impulsão da guerra na década de 90, todos os recursos minerais explorados pelo povo congolês como os diamantes, cobre, cobalto e também o cultivo de café e cacau caíram por terra, com uma diminuição drástica de PIB nominal que atingiu valores inferiores a 6%.

A República Democrática do Congo é considerada dos países mais pobres do mundo, sendo que o nível de vida neste país não é o mais estável.

Obter o seu Visto para a República do Congo nunca foi tão fácil!

Regime de entrada e saída na Républica Democrática do Congo

Os cidadãos portugueses precisam obter visto de entrada na República Democrática do Congo antecipadamente. A Sofia Machado – Serviços Consulares e Administrativos, como agência credenciada junto da, República Democrática do Congo apoia os requerentes de vistos a solicitar os seguintes vistos:

Vistos disponíveis para a República Democrática do Congo – Kinshasa:

Estamos aqui para o auxiliar com as suas questões sobre o visto para a República do Congo

Este país da África Central tem vários parques naturais destacados como Património Mundial da UNESCO devido a toda a biodiversidade que apresenta. Só aqui é possível observar os famosos gorilas das montanhas no Parque Nacional de Virunga.

Visitar a República Democrática do Congo é respirar ar puro e usufruir de muitas atividades ao ar livre.

Os roteiros mais cobiçados pelos turistas são:

  • Parque Nacional de Virunga– Rodeado de natureza é aqui que se pode observar os gorilas das montanhas;
  • Parque Nacional de Garamba- Zona protegida, mas com atividades de safaris para dar a conhecer muitos dos animais selvagens que habitam no país;
  • Parque Nacional Queen Elizabeth;

O fuso horário na República Democrática do Congo é GMT+1

Tal como na República do Congo, aqui as existem vários períodos de precipitação. O clima é quente e húmido, com temperaturas médias anuais de 30ºC.

Francês é a língua oficial da República Democrática do Congo.

A moeda oficial da República Democrática do Congo é o Franco Congolês.

A República Democrática do Congo apresenta um elevado índice de criminalidade, com números bastante acentuados de assaltos e atualmente de raptos. Não é seguro andar sozinho pelas cidades não turísticas sobretudo no período noturno.

É mais seguro que ande pela cidade apenas com os documentos necessários para uma possível identificação e com dinheiro suficiente para o roteiro do dia.

Será obrigatório para todos os cidadãos com idade superior a 9 meses administrarem a vacina contra a febre-amarela, deve também apresentar o certificado internacional de vacinação atualizado.

Aconselhamos o registo da sua chegada a República Democrática do Congo junto dos serviços consulares da Embaixada de Portugal ou em alternativa junto do Registo do Viajante, no site https://www.portaldascomunidades.mne.pt/pt/registo-do-viajante

Secção Consular da Embaixada em Kinshasa

Endereço: Avenue des Aviateurs, 270- Commune de la Gombe – Kinshasa

Tel.: +(243) 811 922 520

Correio eletrónico: sconsular.kinshasa@mne.pt

URL: https://www.kinshasa.embaixadaportugal.mne.pt/

Secção Consular da Embaixada da República Democrática do Congo em Portugal:

Endereço: R. Fernão Gomes 14, Lisboa

Tel.: (+351) 210 966 714

Correio eletrónico: rdc.lisambport.ch@gmail.com

Câmara de Comércio e Indústria República Democrática do Congo:

Endereço: Av. Miguel Bombarda Nº35, 1050-161 Avenidas Novas, Lisboa