Visto B1/B2 - Negócios, Turismo, Tratamento médico para os EUA

Visto de negócios, Turismmo e Tratamento Médico para EUA
  • Passaporte (válido por pelo menos 6 meses)
  • Fotografia para passaporte em formato digital
  • Itinerário de viagem
  • Datas das suas últimas cinco visitas ou viagens aos Estados Unidos (caso possua)
  • Cópia do último visto para os EUA (caso tenha)
  • Informações sobre sua escolaridade atual
  • Situação profissional

Quer visitar os Estados Unidos da América em turismo, negócios ou Tratamento médico e a nacionalidade do seu passaporte exige a obtenção atempada do visto B1/B2? Não sabe por onde se virar com tanta burocracia?

Não se preocupe, consulte-nos para agilizarmos o seu processo de obtenção de visto B1/B2 para os EUA. Somos uma empresa de serviços consulares especializada, dedicada e extremamente profissional para o ajudar na aquisição de visto de turismo, negócios ou tratamento médico para os EUA. Procedemos também ao reconhecimento de documentação junto da Embaixada Estados Unidos da América e Consulado em Lisboa.

Se a sua ambição é conhecer melhor este imenso país do Continente Americano, contate-nos.

Os Estados Unidos da América é um território com 50 estados localizado no Continente Americano detém mais de 329 milhões de habitantes, com uma elevada biodiversidade e diversas etnias que contribui de forma positiva para a rica cultura do país. É a maior potência económica do mundo, são o terceiro maior produtor e exportador de petróleo, a economia assenta também sobre a exploração de energia nuclear, elétrica e sobre as grandes marcas como a Coca-Cola, Mc Donald´s e a Apple.

O país exerce um forte poder político, económico, militar e cultural que se apregoa além-fronteiras, é um mundo de oportunidades, independentemente se o objetivo da viagem for em lazer, negócios ou tratamentos médicos.

A capital é Washington, D.C., uma das cidades mais cosmopolitas do país, contudo aqui pode encontrar as cidades mais multiculturais e visitadas do mundo, São Francisco, Nova Iorque, Miami, Havai e Las Vegas. Com grande procura e afluência estão também as deslumbrantes paisagens do Grand Canyon e as Cataratas de Niágara.

Não perca tempo com burocracias, consulte-nos já. Teremos todo o gosto em ajudar a clarificar todas as dúvidas que podem vir a surgir para o tratamento do seu visto B1/B2 para os Estados Unidos da América.

icon About

“Está com urgência? Então contacte-nos, nós ajudamos a tratar de todos os documentos do seu visto B1/ B2 de turismo, negócios ou tratamento médico para os EUA. A Sofia Machado - Serviços Consulares e Administrativos espera por si, ganhe tempo e descanso”

FAQs

O visto B1/B2 “não-imigrante” para os Estados Unidos da Améria destina-se a cidadãos que tenham como objetivo viajar temporariamente para os Estados Unidos da América em negócios ou turismo.

O visto “não-migrante” B1 adequa-se a cidadãos cujo objetivo é viajar em negócios, já o B2 é quase sempre solicitado apenas por viajantes em turismo, contudo pode sempre solicitar os dois caso pretenda realizar ambas as atividades.

O visto de não imigrante é atribuído a quem pretende visitar os EUA para exercer atividade que não representem o recebimento de qualquer remuneração, apesar de neste visto estar incluída a exceção de requerentes que vão permanecer em território americano para exercer funções profissionais numa empresa do mesmo grupo empresarial, quem vai residir nos EUA para acompanhar o cônjuge, participar num estágio, ou trabalho temporário (vistos tipo H, L, O, P, Q, R). O visto imigrante é para os requerentes que vão viajar para os EUA para exercer funções profissionais numa empresa americana.

Todos os cidadãos que tenham a intenção de viajar em turismo, negócios ou tratamentos médicos ficam habilitados a requerer o visto de categoria B1 ou B2.

É importante que solicite o visto B1/ B2 de turismo, negócios ou tratamento médico para os EUA pelo menos 2 meses antes da partida para os Estados Unidos, de forma a evitar qualquer contratempo.

Não, o visto não-imigrante tipo (B1,B2) de turismo, negócios e tratamentos médicos não autoriza o viajante as seguintes situações:

  • Estudar a tempo inteiro;
  • Envolver-se em qualquer atividade remunerada;
  • Procurar uma residência permanente

A Sofia Machado Serviços Consulares e Administrativos oferece um serviço completo, com análise de todos os documentos para solicitação do visto B1/ B2 de turismo, negócios ou tratamento médico para os EUA, preparação completa do processo e acompanhamento do requerente no dia da recolha dos dados biométricos junto da Embaixada dos Estados Unidos em Portugal sediada em Lisboa e recolha e entrega do passaporte com visto emitido.

Deve recorrer e confiar nos serviços da Sofia Machado Serviços Consulares, porque para além de ser uma agência de vistos especialista neste tipo de processos, conta com vários anos de experiência no tratamento de vistos junto da Embaixada dos Estados Unidos em Portugal. Garante também que o pedido de visto de B1/B2  é submetido sem incorreções.

Obtenha aqui o formulário para o visto B1/ B2 de turismo, negócios ou tratamento médico para os EUA.

Quando o visto B1/B2 para os EUA é recusado, é enviada uma carta com o motivo da rejeição. Se optar por solicitar um novo visto deve apresentar um novo pedido, pagar novamente os emolumentos, agenda uma nova entrevista e informar as entidades competentes sobre os documentos alterados desde o último pedido.

O Departamento de Estado dos EUA não emite reembolsos dos emolumentos de pedido de visto B1 / B2.

Apesar de a Sofia Machado Serviços Consulares e Administrativos ter uma alta taxa de sucesso na obtenção de vistos, não consegue garantir com 100% de exatidão a emissão do visto do visto de turismo, negócios ou tratamento médico para os EUA. Essa decisão é sempre dos serviços de migração. Por esse motivo, a Sofia Machado Serviços Consulares e Administrativos irá cobrar 50% da taxa de serviços inicial por cada nova submissão.

Sim, o passaporte fica sempre retido na Embaixada dos EUA para que a vinheta do visto B1/B2 possa ser estampada no passaporte.

Não. Apenas, os trabalhadores portadores do Visto H2-A podem levar o cônjuge e os filhos solteiros de idade inferior a 21 anos para os Estados Unidos, mas para isso será fundamental que os acompanhantes solicitem o visto H4 (Visto Para Dependentes de Titulares do Visto H), de modo a conseguirem permanecer com o solicitante do visto H2-A pelo mesmo período.

Sim, para solicitar o visto B1/ B2 de turismo, negócios ou tratamento médico para os EUA os documentos de língua estrangeira, precisam ser traduzidos. A Sofia Machado conta com o apoio de tradutores certificados que realizam traduções simples ou técnicas.

O visto B1/B2 para os Estados Unidos da América tem a taxa consular de 160,00€.

A este valor acrescem as taxas de serviço da Sofia Machado. Contacte-nos para mais informações!

Não, não pode. A Embaixada dos EUA não aceita pedido de vistos B1/B2 com taxa de urgência.

O visto B1/ B2 de turismo, negócios ou tratamento médico para os EUA pode ter até 10 anos de validade após emissão e permite múltiplas entradas com estadias autorizadas de 180 dias.

Em regra, entre a submissão e pagamento do pedido de solicitação do visto B1/ B2 de turismo, negócios ou tratamento médico para os EUA e a entrevista passam 7 dias. O visto B1/B2 é emitido em 5 dias após a entrevista nos Serviços Consulares da Embaixada dos EUA. 

Não, quando expirar o visto B1/B2 tem de solicitar novo processo.

O passaporte deve ser válido por pelo menos 6 meses no momento do pedido.

Aceitamos pedidos de visto à distância, contudo o requerente tem de se deslocar à Embaixada dos EUA em Lisboa para realização de uma entrevista.

Caso a sua nacionalidade seja uma das que pertencem ao Visa Waiver Program, pode solicitar uma autorização de viagem eletrónica ESTA. Confirme aqui se pode solicitar um ESTA.

O visto B1/ B2 de turismo, negócios ou tratamento médico para os EUA é decidido junto dos serviços de migração (Homeland Services) dos Estados Unidos da América.

O visto B1/B2 pode ser negado caso não cumpra com os requisitos exigidos pelas leis da imigração dos EUA. Por vezes, quando o requerente não consegue provar que não pretende ir imigrar para os EUA pode dar motivo a recusa do visto B1/B2

Se não encontrou aqui a resposta à sua questão, não se preocupe! Contacte-nos, os nossos consultores de migração irão ajudar a esclarecer as suas dúvidas!