Visto de Negócios para a Argélia

Vai visitar a Argélia em negócios e precisa obter o visto de negócios para a Argélia?

Não se preocupe, a Sofia Machado Serviços Consulares e Administrativos trata de todo o processo e burocracia  associado ao tratamento de visto de negócios para a Argélia.

A Argélia destaca-se por ser o maior país de África, mas não só. Cada região tem uma cultura diversificada e distinta das restantes. Durante a sua estadia no país poderá conciliar turismo cultural com descanso e até mesmo aproveitar para questões relacionadas ao empreendedorismo. Ao invés dos países vizinhos do grupo MAGREBE (Líbia, Tunísia, Marrocos, Mauritânia e Argélia), os argelinos no ramo negocial são muito amigáveis, propício para fortalecer laços de relações empresariais o que facilita em muito as relações comerciais.

 São muitas as empresas portuguesas do setor de hidrocarbonetos e gás natural que procuram novos países para expandir as suas empresas além-fronteiras e optam por escolher a Argélia para desenvolver os seus negócios além-fronteiras, até mesmo porque este país do Continente Africano é dos que mais investe nas reservas de gás natural e produtos químicos.

De qualquer modo, a Argélia acolhe todos os tipos de negócios, são muitos hospitaleiros e recetivos a novas ofertas, para os clientes que pretendem visitar a Argélia em negócios, turismo ou trabalho disponibilizamos os nossos serviços consulares especializados na obtenção de vistos. A nossa empresa Sofia Machado – Serviços Consulares e Administrativos conta com uma equipa especialista, credível, de confiança, dedicada e extremamente profissional para o ajudar a obter o visto de negócios junto da Embaixada da Argélia sediada em Lisboa.

Não perca tempo e planeie já a sua viagem e nós tratamos da documentação necessária para a obtenção do visto de negócios para a Argélia.

icon About

Com a Sofia Machado, o stress para obtenção do visto de negócios para a Argélia acabou. Contacte-nos já e conheça os nossos serviços de perto

Shape

FAQs

Sim, é sempre obrigatório requerer um visto para a Argélia em todas as situações, deste modo o visto de negócios não é exceção e terá de ser requerido antes da partida, caso o objetivo da sua viagem seja participar em reuniões ou negócios com empresas argelinas.

O pedido de visto de negócios para a Argélia inicia com a preparação dos documentos necessários e da solicitação do visto de negócios para a Argélia à Sofia Machado Serviços Consulares e Administrativos.

Sim, com a nossa empresa Sofia Machado Serviços Consulares e Administrativos pode adquirir um visto de negócios para a Argélia à distância, para saber todas as condições contacte-nos via correio eletrónico ou telefonicamente.  Apenas precisamos ter os seus documentos.

A Sofia Machado Serviços Consulares e Administrativos oferece um serviço completo, ajudando o cliente a organizar os documentos necessários para o pedido de visto de negócios para a Argélia, preenchimento de formulários, solicitação do visto de negócios junto dos serviços consulares da Embaixada da Argélia, pagamento do visto e recolha do passaporte com o visto emitido.

Deve recorrer e confiar nos serviços da Sofia Machado Serviços Consulares, porque para além de ser uma agência de vistos especialista neste tipo de processos, conta com vários anos de experiência junto da Embaixada da Argélia sediada em Lisboa, possuindo contatos privilegiados. Garante também que o pedido de visto de negócios é submetido sem incorreções.

As etapas para a solicitação do visto de negócios são:

  • Receção dos documentos
  • Análise dos documentos
  • Preenchimento do formulário
  • Solicitação do visto de negócios junto da Embaixada da Argélia em Lisboa.
  • Levantamento na nossa empresa do passaporte com o visto de negócios emitido e estampado no mesmo.

Para a obtenção do formulário para visto de negócios para a Argélia, contacte a nossa empresa.

Para solicitar o visto de negócios para a Argélia o requerente do visto precisa apresentar os seguintes documentos:

  • Carta de Convite da empresa argelina onde conste o nome da pessoa, sua função, motivo exato e duração da estadia, ou carta da empresa portuguesa ou estrangeira (com sede em Portugal) solicitando o visto da pessoa que viaja, motivo exato ou nome do projeto em curso ao qual faz parte, duração da estadia.
  • Reserva do hotel ou termo de responsabilidade pelo interessado emitido pela empresa ou organismo que convida.
  • O original do passaporte com validade de 6 meses após a data da saída. O passaporte deve ter pelo menos duas páginas disponíveis (uma página para colar o visto, outra para carimbar no controle de passaportes na entrada e saída)
  • Duas fotografias, tipo passe, a cores (Caso não possua pode obtê-las junto do nosso escritório)
  • Seguro de viagem que cubra o tempo total pedido para o visto (declaração original do seguro com data atualizada onde conste: validade, nome do segurado, garantia de repatriamento, mencionando a Argélia como destino) (se ainda não for detentor do seguro, nós temos acordos com a seguradora Fidelidade Seguros)
  • Reserva de ida e volta passagem aérea
  • Original da carta da empresa portuguesa ou estrangeira (com sede em Portugal), em papel timbrado, solicitando o visto da pessoa que viaja, motivo exato ou nome do projeto em curso ao qual faz parte, duração da estadia, assinada e carimbada pela direção.

Sim, é obrigatório possuir um seguro de viagem com uma capital mínimo de 30.000€.

Para o pedido de visto de negócios para a Argélia, o passaporte deve estar válido por um período mínimo de 6 meses.

A validade de ambos os vistos, difere. O visto de negócios para a Argélia aplica-se a cidadãos cujo objetivo é embarcar para a Argélia apenas em assistência técnica, participação de reuniões ou formação, com o visto de trabalho para a Argélia tem a regalia de poder dar formação numa empresa argelina e consequentemente trabalhar enquanto o visto estiver ativo.

Sim, o passaporte fica sempre retido na Embaixada da Argélia até emissão do visto de negócios.

À exceção do passaporte e das fotos, todos os documentos para a obtenção do visto de negócios para a Argélia devem ser cópias.

Sim, os documentos de língua estrangeira, precisam ser traduzidos. A Sofia Machado conta com o apoio de tradutores certificados que realizam traduções simples ou técnicas.

Poderá obter o visto de negócios para a Argélia para realizar a assistência técnica ou a consultoria, mas depois terá de regressar a Portugal para solicitar o visto de trabalho para a Argélia.

O visto de negócios para a Argélia tem o custo de 80 euros até uma estadia de 90 dias. Para estadias superiores a 90 dias o custo é de 100€.

O visto de negócios pode demorar até 7 dias úteis a partir da data de entrega dos documentos.

Não, os serviços consulares da Embaixada da Argélia não permitem o pagamento de taxas consulares.

O visto de negócios para a Argélia pode ser emitido até 6 meses de validade.

 Não, o visto de negócios para a Argélia não permite renovações. 

Pode, desde que a carta de chamada da Argélia o mencione e os serviços consulares assim o aprovem.

O visto de negócios para a Argélia é decidido pelos serviços de migração da Argélia.

Normalmente um pedido de visto de negócios para a Argélia é negado apenas em caso de suspeitas de documentação falsa, documentos fora de validade ou caso não preencha todos os critérios pretendidos pelas entidades competentes.

Quando o visto de negócios para a Argélia é recusado, o pagamento dos emolumentos consulares pela emissão de vistos não é devolvido.

Caso o seu visto de negócios para a Argélia tenha sido recusado deve juntar nova documentação e solicitar novamente o visto de negócios para a Argélia.

Sim, pode voltar a solicitar novo pedido de visto de negócios para a Argélia.

Apesar de a Sofia Machado Serviços Consulares e Administrativos ter uma alta taxa de sucesso na obtenção de vistos, não consegue garantir com 100% de exatidão a emissão visto de negócios para a Argélia. Essa decisão é sempre dos serviços de migração. Por esse motivo, a Sofia Machado Serviços Consulares e Administrativos irá cobrar 50% da taxa de serviços inicial por cada nova submissão.