Visto de turismo para a china

Visto de Turismo china

São necessários os seguintes documentos:

  • Passaporte original com validade de 6 meses após a data de saída. O passaporte deve ter pelo menos duas páginas disponíveis (uma página para colar o visto, outra para carimbar no controle de passaportes na entrada e saída);
  • Uma fotografia tipo passe a cores (caso não possua, pode obtê-las junto do nosso escritório);
  • Cópia da primeira página do passaporte;
  • Declaração da entidade patronal comprovativa da profissão, devidamente timbrada, carimbada e assinada. Excepto seja: 1) trabalhador independente, desempregado ou doméstico, em que deverá apresentar uma declaração a explicar o motivo da viagem e, também, apresentar saldo bancário disponível no valor igual ou superior a EUROS 1.000,00, o que suportará a despesa diária mínima de EUROS 80,00 na China; 2)  reformado, em que deverá apresentar o cartão de pensionista; 3) estudante, em que deverá apresentar o cartão de estudante; 
  • Permissão de trabalho para os Estrangeiros emitida pelo Ministério de Recursos Humanos e Segurança Social da China;
  • Aviso formal da solicitação de visto emitido pelo Órgão autorizado da China;
  • Certificado de Saúde para quem for trabalhar por um período superior a 6 meses;
  • Foreign Physical Examination Form.  

 

Quer visitar o país e precisa de visto de turismo para a China? Não sabe como fazer e está farto de tanta burocracia?

Se a sua ambição é visitar a China, consulte-nos para podermos agilizar a obtenção do seu visto de turismo para a China. 

A Sofia Machado – Serviços Consulares e Administrativos é uma agência especializada na aquisição de vistos e, consequentemente, tratamos, também, do reconhecimento de documentação junto do Consulado da China. Sabemos que é um processo extremamente burocrático e complexo, porém pode contactar-nos para se livrar de perdas de tempo desnecessárias!

Planeie já a sua viagem!

icon About

“Está com urgência? Contacte-nos de imediato! Nós ajudamos a tratar de todos os documentos e do seu Visto de Turismo para a China. A Sofia Machado - Serviços Consulares e Administrativos espera por si, ganhe tempo e descanso”

FAQs

O Visto de turismo para a China, tem os seguintes custos (emolumentos consulares):

Países Estado Schengen: 1/2  entradas: 127,65€.

Outras nacionalidades: a confirmar com os nossos serviços.

A estes valores acrescem as taxas de serviço da Sofia Machado. Contacte-nos para mais informações!

Sim. É obrigatório sempre que o viajante tenha uma nacionalidade que exige o visto para poder embarcar para a China. 

Sim. Com este visto pode passear por todo o território chinês.

A carta de condução internacional não é válida na República Popular da China, pelo que aconselhamos a não conduzir.

Oferecemos um serviço completo, que engloba a obtenção dos documentos pessoais do requerente (registo criminal, agendamento consulta para obtenção de atestado médico, reconhecimentos notariais, obtenção de certificado de habilitações literárias, elaboração de CV, traduções), certificação de documentos junto do Ministério dos Negócios Estrangeiros e do Consulado da China. Facilitamos toda a preparação do processo e acompanhamento do requerente no dia da recolha dos dados biométricos, junto do centro de vistos responsável pelos pedidos de vistos para a China em Portugal. 

Deve recorrer e confiar nos nossos serviços porque, acima de tudo, primamos pela qualidade.  Para além de sermos uma agência de vistos especializada neste tipo de processos, temos vários anos de experiência no tratamento de vistos para a China. Possuímos conhecimento detalhado sobre todos os pormenores da obtenção deste tipo de visto e, desse modo, garantimos que o pedido de visto seja submetido sem lapsos.

As etapas para a solicitação do visto são as seguintes:

  • Receção dos documentos;
  • Análise dos documentos;
  • Submissão do formulário online;
  • Agendamento da recolha dos dados biométricos;
  • Acompanhamento do requerente ao Centro de Vistos para recolha dos dados biométricos;
  • Levantamento do passaporte com visto emitido.

Para a obtenção do formulário, contacte a nossa empresa. 

Sim. É obrigatório que todos os documentos que são entregues para solicitar o visto sejam originais, exceto os documentos enviados pela empresa chinesa.

Não. Todos os documentos podem ser cópias, excepto o passaporte e as fotografias.

Não, não precisa de ter registo criminal para solicitar o visto. 

Sim. É possível requerer o visto com urgência, mediante a taxa de 173,25€.

O visto pode ser emitido com a duração máxima de 12 meses.

Sim. No entanto, os serviços consulares da Embaixada da China apenas emitem vistos de múltiplas entradas quando o viajante já obteve visto de uma ou duas entradas.

Não é possível renovar o visto de turismo. 

O visto pode ser prorrogado no território chinês em circunstâncias de força maior, contudo aconselhamos a não ultrapassar a estadia autorizada.

Não, o visto de turismo para a China não pode ser prorrogado em Portugal.

O visto pode ser negado no caso de o requerente não apresentar os documentos necessários. 

Quando o visto é recusado, é enviada uma carta com o motivo da rejeição. Se optar por solicitar um novo visto deve apresentar um novo pedido, pagar novamente os emolumentos, agendar uma nova entrevista e informar as entidades competentes sobre os documentos alterados desde o último pedido.

Quando o visto é recusado, o pagamento dos emolumentos consulares não é devolvido. 

Apesar de a nossa agência ter uma alta taxa de sucesso na obtenção de vistos, não consegue garantir com 100% de exatidão a emissão do visto. Essa decisão é sempre dos serviços de migração. Por esse motivo, a nossa agência irá cobrar 50% da taxa de serviços inicial por cada nova submissão.

O passaporte deve ser válido por pelo menos 6 meses no momento do pedido. 

Se não encontrou aqui a resposta à sua questão, não se preocupe! Contacte-nos, os nossos consultores de migração irão ajudar a esclarecer as suas dúvidas!