Visto H2-A: Para Trabalhadores Agrícolas nos Estados Unidos da América

Visto H2-A para trabalhador Agricola
  • Passaporte atualizado válido para viajar para os Estados Unidos com uma validade de pelo menos 6 meses;
  • Página de confirmação do formulário DS-160 para Pedido de Visto de Não Imigrante.
  • Página de Confirmação e Instruções imprimida deste website (https://ais.usvisa-info.com/pt-pt/niv/information/required_docs)
  • Uma fotografia a cores com 5 x 5 cm (2 x 2 polegadas) tirada nos últimos 6 meses.
  • Familiares acompanhantes devem fazer-se acompanhar de um certificado de casamento (cônjuge) ou certificado de nascimento (filhos);
  • Comprovativo de oferta de trabalho de um empregador nos Estados Unidos e a petição aprovada e certificada pelo Departamento do Trabalho;

Vai viajar para os Estados Unidos da América como trabalhador agrícola?

Para poder viajar de forma legal e segura deve requerer um visto na categoria de não-imigrante H2-A para Trabalhadores Agrícolas para os EUA, e quanto a isso não precisa de se preocupar, pois a nossa empresa Sofia Machado e Serviços Consulares e Administrativos conta com uma equipa extremamente profissional de confiança e sempre disposta a ajudar para que consiga o seu visto H2A a tempo e horas.

Tal como na grande maioria dos países desenvolvidos os Estados Unidos da América que por sinal é detentor do título de país mais desenvolvido do mundo, com a maior potência económica e com um valor de PIB superior a 20 triliões, todos os anos necessita de trabalhadores de várias áreas profissionais para executarem tarefas que muitos dos residentes não podem realizar por falta de tempo.

Para os estrangeiros que precisam de mudar o rumo de vida ou de encontrar trabalhos onde se sintam melhor remunerados, este país é um mundo de oportunidades com várias portas abertas.

icon About

“Está com urgência? Então contacte-nos agora, que nós ajudamos a tratar de todos os documentos e do seu visto H2-A Para Trabalhadores Agrícolas para os EUA. A Sofia Machado - Serviços Consulares e Administrativos espera por si, ganhe tempo e descanso”

FAQs

O visto H2-A para Trabalhadores Agrícolas para os EUA é atribuído a trabalhadores agrícolas que pretendam viajar em trabalho sazonal para os Estados Unidos.

Os vistos não-imigrantes H2-A e H2-B são muito semelhantes, contudo no primeiro caso o visto destina-se única e exclusivamente a trabalhadores agrícolas sazonais. O H2-B é destinado a trabalhadores sazonais de todas as áreas.

Este visto apenas pode ser requerido por cidadãos dos seguintes países:

Andorra, Argentina, Austrália, Áustria, Barbados, Bélgica, Brasil, Brunei, Bulgária, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Croácia, República Checa, Dinamarca, República Dominicana, Equador, El Salvador, Estônia, Etiópia, Fiji, Finlândia, Franca, Alemanha, Grécia, Granada, Guatemala, Honduras, Hungria, Islândia, Irlanda, Israel, Itália, Jamaica, Japão, Quiribati, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Macedônia, Madagáscar, Malta, Moldávia, México, Mónaco, Montenegro, Nauru, Holanda, Nicarágua, Nova Zelândia, Noruega, Panamá, Papua Nova Guiné, Peru, Filipinas, Polônia, Portugal, Romênia, San Marino, Sérvia, Singapura, Eslováquia, Eslovénia, Ilhas Salomão, Matola – Moçambique, Coreia do Sul, Espanha, São Vicente e Granadinas, Suécia, Suíça, Taiwan*, Tailândia, Timor-Leste, Tonga, Turquia, Tuvalu, Ucrânia, Uruguai e Vanuatu.

Atenção:

Um empregador que queira contratar um trabalhador sazonal de um país que não esteja presenta na lista deverá enviar uma solicitação por escrito ao Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos da América a efetuar o pedido de autorização.

É importante que solicite o visto H2-A Para Trabalhadores Agrícolas para os EUA pelo menos 2 meses antes da partida para os Estados Unidos.

Sim, pode iniciar o pedido de visto H2-A para trabalhadores agrícolas paras os EUA à distância, contudo os serviços consulares da Embaixada dos EUA exigem a realização de uma entrevista ao requerente.

A Sofia Machado Serviços Consulares e Administrativos oferece um serviço completo, com análise de todos os documentos para solicitação do visto H2-A Para Trabalhadores Agrícolas para os EUA, preparação completa do processo e acompanhamento do requerente no dia da recolha dos dados biométricos junto da Embaixada dos Estados Unidos em Portugal sediada em Lisboa e recolha e entrega do passaporte com visto H2-A Para Trabalhadores Agrícolas emitido.

Deve recorrer e confiar nos serviços da Sofia Machado Serviços Consulares, porque para além de ser uma agência de vistos especialista neste tipo de processos, conta com vários anos de experiência no tratamento de vistos junto da Embaixada dos Estados Unidos em Portugal. Garante também que o pedido de H2-A Para Trabalhadores Agrícolas para os EUA é submetido sem incorreções.

Quando o visto H2-A Para Trabalhadores Agrícolas para os EUA é recusado é enviada uma carta com o motivo da rejeição. Se optar por solicitar um novo visto deve apresentar um novo pedido, pagar novamente os emolumentos, agenda uma nova entrevista e informar as entidades competentes sobre os documentos alterados desde o último pedido.

O Departamento de Estado dos EUA não emite reembolsos dos emolumentos de pedido de visto H2-A Para Trabalhadores Agrícolas para os EUA.

Apesar de a Sofia Machado Serviços Consulares e Administrativos ter uma alta taxa de sucesso na obtenção de vistos, não consegue garantir com 100% de exatidão a emissão do H2-A para Trabalhadores Agrícolas para os EUA. Essa decisão é sempre dos serviços de migração. Por esse motivo, a Sofia Machado Serviços Consulares e Administrativos irá cobrar 50% da taxa de serviços inicial por cada nova submissão.

Sim, o seu passaporte tem de ficar retido nos serviços consulares da Embaixada dos EUA, para que seja possível estampar a vinheta do visto H2-A no passaporte.

Pode obter aqui o formulário para o visto H2-A para trabalhadores Agrícolas para os EUA.

Os trabalhadores portadores do Visto H2-A podem levar o cônjuge e os filhos solteiros de idade inferior a 21 anos para os Estados Unidos, mas para isso será fundamental que os acompanhantes solicitem o visto H4 (Visto Para Dependentes de Titulares do Visto H), de modo a conseguirem permanecer com o solicitante do visto H2-A pelo mesmo período.

Sim, os documentos de língua estrangeira, precisam ser traduzidos. A Sofia Machado conta com o apoio de tradutores certificados que realizam traduções simples ou técnicas.

O registo criminal pode ser requerido pelo cliente, caso não consiga pode contar com os serviços Sofia Machado e serviços administrativos para ajudar em tudo o que precisar.

O visto H2-A Para Trabalhadores Agrícolas tem o custo de +/- 190,00€ (emolumento consular).

A estes valores acrescem as taxas de serviço da Sofia Machado. Contacte-nos para mais informações!

Não, os serviços consulares dos EUA não permitem o pagamento de taxas de urgência para emissão mais rápida do visto H2-A.

Entre a submissão e pagamento do pedido de solicitação do visto do H2-A Para Trabalhadores Agrícolas para os EUA e a entrevista passam 7 dias. O visto  H2-A é emitido em média 5 dias após a entrevista nos Serviços Consulares da Embaixada dos EUA. 

A validade máxima do visto H2-A de trabalhador agrícola sazonal é de 1 ano.

Não, apenas o passaporte e fotografias têm de ser originais, os restantes documentos podem ser cópias.

O visto H2-A Para Trabalhadores Agrícolas é válido por um ano, no entanto é possível prorrogar por mais 12 meses caso se justifique. O tempo máximo de permanência nos Estados Unidos da América com o visto H2-A é de 3 anos. Para que possa voltar a solicitar um visto na categoria de trabalhadores agrícolas sazonais, deve regressar ao país de origem por pelo menos 3 meses.

O visto H-2A para trabalhadores agrícolas podem ser prorrogados em determinadas situações junto dos serviços de migração dos EUA.

O pedido de visto H2-A Para Trabalhadores Agrícolas é decido junto dos serviços de migração dos EUA.

O visto H2-A Para Trabalhadores Agrícolas para os EUA pode ser negado caso não cumpra com os requisitos exigidos pelas leis da imigração dos EUA.

Se não encontrou aqui a resposta à sua questão, não se preocupe! Contacte-nos, os nossos consultores de migração irão ajudar a esclarecer as suas dúvidas!